Deus criador

Quem ou o quê criou o mundo?

Eu, particularmente, penso ser mais difícil acreditar que todo o universo criado resultou, simplesmente, de uma explosão, sem qualquer intervenção divina.

E o que havia antes desta explosão? O que a provocou? De que matéria ela surgiu?

Se o mundo surgiu apenas desta explosão, sem a presença de Deus, como as coisas ao nosso redor são tão perfeitas?

São inúmeras as belezas naturais, incalculáveis as espécies animais e imensurável o valor de um ser humano.

Tudo isso leva a crer que algo verdadeiramente superior conduziu para que as coisas fossem como são. Eu vejo uma grande sabedoria e harmonia nas coisas criadas que jamais poderiam resultar tão-somente de uma mera explosão ou mesmo do passar de bilhões de anos.

Há algo a mais, você não acha? Certamente, esse algo a mais é Deus, princípio e fim de tudo, o alfa e o ômega.

O primeiro livro da Bíblia conta esta verdade da criação. Tudo o que existe foi criado por Deus.

Não é que se negue a existência do Big Bang ou até mesmo que as espécies possam ter evoluído, mas de se constatar que isso, por si só, é muito insuficiente para explicar a existência deste imenso universo e tudo que nele se contém.

E veja você: é a nossa razão humana quem confirma a existência de Deus, pois nada surge do nada e há uma ordem em todas as coisas criadas que somente poderia decorrer de um ser superior que seja maior que elas.

Qual é a regra da natureza que define a proporção das coisas criadas? Por exemplo, de onde vem a lei de que o carbono, depois de submetido a tais e quais circunstâncias, numa das profundas camadas internas da crosta terrestre, em determinadas condições de temperatura e pressão, transforme-se justamente num diamante? E a formação do homem no ventre materno? De cada um de seus órgãos? É tudo obra do acaso?

Eu não acredito. E você?

Por isso, quando os seus filhos perguntarem sobre a criação do mundo, não tenham medo de contar a verdade da criação contida no livro do Gênesis, pois ali está encerrada uma narrativa religiosa da verdade, um verdade teológica, e não um tratado científico.

Entre todas as teorias e hipóteses científicas elaboradas, é justamente a verdade revelada neste livro que melhor explica ao coração humano de onde ele vem e porque foi criado, que lhe revela a razão de toda a criação e nos dá o primeiro sinal do amor de Deus pela humanidade.

Segundo o autor sagrado, Deus escolheu criar o mundo em seis dias e, ao final de cada dia, via que o que havia criado era bom. No sexto dia, após criar, finalmente, o homem à sua imagem e semelhança, viu que tudo era muito bom e contemplou a sua criação.

Portanto, Deus criou todas as coisas do céu e da terra, do visível ao invisível, dos tempos e, assim, dele tudo procede. Deus, além de ter constituído o mundo, o conserva e o sustenta, fazendo com que cada uma das coisas sejam quem são. (Denzinger, C:1a).

Fontes:

Catecismo Maior de São Pio X;

Teologia do Corpo: O amor humano no plano divino (São João Paulo II).

Denzinger, n. 4206.

https://blog.cancaonova.com/felipeaquino/2007/09/20/vaticano-nega-incompatibilidade-entre-evolucionismo-e-criacionismo/

https://blog.comshalom.org/carmadelio/5408-adao-e-eva-existiram-lendo-genesis-com-o-cardeal-ratzinger

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s